Aplicabilidades na suplementação de BCAA e associações

BCAA é uma fonte de aminoácidos de cadeia ramificada que são usados para abastecer os músculos de trabalho e estimular a síntese proteica. BCAA vem da abreviação de “Branch Chain Amino Acids”, que significa Aminoácidos de Cadeia Ramificada, são formados por 3 aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo organismo, sendo eles: L-Leucina, L-Isoleucina e L-Valina.

Efeitos do BCAA sobre a síntese proteica e reparação muscular

A importância da Leucina, que é um dos seus componentes na reparação do dano muscular pós-exercício, estimulando a síntese de proteínas, tem sido bastante enfatizada em resultados de estudos recentes.

A leucina tem sido amplamente investigada, uma vez que a sua taxa de oxidação é maior quando comparada a isoleucina e valina e por possuir a capacidade de estimular a síntese proteica muscular. Os estudos demonstram que o efeito da mistura dos três aminoácidos sobre a síntese proteica muscular pode ser atribuído ao aminoácido leucina, uma vez que em estudo com músculo esquelético perfundido, foi verificado que o fornecimento de leucina isoladamente estimula a síntese proteica muscular tão efetivamente como a mistura dos três.

A leucina exerce os seus efeitos em nível pós transcricional e mais comumente durante a fase de iniciação da tradução do RNA-mensageiro em proteína. O mecanismo pelo qual a leucina estimula a tradução de proteínas está relacionado ao fato do aumento da concentração intracelular desse aminoácido promover a ativação de uma proteína quinase denominada alvo da rapamicina em mamíferos (mammalian Target of Rapamycin – mTOR). O mTOR estimula a síntese proteica principalmente por meio de três proteínas regulatórias chaves: a proteína quinase ribossomal S6 de 70 kDA (p70S6k); a proteína 1 ligante do fator de iniciação eucariótico 4E (4E-BP1); e o fator de iniciação eucariótico 4G (eIF4G). (Figura 1)

Leucina é um dos aminoácidos de cadeia ramificada (os outros são isoleucina e valina), e se destaca pela capacidade de promover a síntese proteica via estímulo de PI3k/akt/mTOR (sinalizadores intracelulares) para maior incorporação de aminoácidos nas fibras musculares, assim como estímulo de células satélites para garantir não só hipertrofia, mas hiperplasia e regeneração tecidual. (Nie C 2018).

Alguns trabalhos sugerem a suplementação com leucina como forma de terapia importante para promoção do anabolismo e regeneração do tecido muscular lesado, inclusive com a oferta de outros nutrientes que possam exercer ação sinérgica.

Uma preocupação constante em relação a saúde humana é com a perda de massa muscular associada ao envelhecimento. Trabalhos sugerem que indivíduos que ao envelhecerem conseguem manter ou aumentar a massa muscular, tem maior longevidade e melhor qualidade de vida. (Srikanthan P, 2014).

Trabalho recente publicado por Devries MC et al (2018) em mulheres idosas com média de 69 anos submetidas a exercício resistido na perna, promoveu suplementação com whey protein isolado 25g (sendo 3g de leucina presentes na dose de whey) em um grupo, e no outro grupo, 10g de proteína de leite sendo também com 3g de leucina, por 6 dias. Os resultados demonstraram que a síntese proteica miofibrilar foi maior no grupo que tomou 3g de leucina com apenas 10g de proteína do leite, concluindo que o mais importante para evitar a perda de massa muscular e garantir o anabolismo não é o total proteico, mas a oferta dos aminoácidos essenciais e não essenciais e a dose de leucina presente.

Alguns estudos recentes têm reforçado o conceito da suplementação de whey protein associado a uma dose maior de leucina para garantir a síntese proteica e evitar a sarcopenia em idosos praticantes de atividade física. Os autores tem indicado doses de 3 a 5g de leucina. (Kramer et al, 2017; Chanet A et al, 2017).

Pessoas que podem se beneficiar com a suplementação de leucina são pacientes em uso de crônico de corticoides, como os asmáticos, portadores de doenças autoimunes, alérgicos e algumas formas de câncer (ex, leucemias), já que estes são medicamentos capazes de inibir a síntese proteica. A leucina pode evitar a proteólise e a sarcopenia por bloquear a AMPK (adenosina monofosfato kinase) e estimular o mTOR. (figura 1) (Wang XJ et al, 2016)

Uma associação interessante de ser feita na prática clínica é a suplementação de leucina com glutamina, conforme descrito por Waldron M et al (2018). Os autores testaram a leucina na dose de 0,087g/Kg associado com 0,3g/kg de glutamina, e observaram redução significativa da Creatina Kinase e da dor muscular tardia (DOMS) em relação ao grupo que usou apenas maltodextrina (controle), após exercício excêntrico.

Uma outra possibilidade de utilização da leucina é em dietas cetogênicas visando tratamento de epilepsia ou mesmo perda de gordura corporal para garantir a massa magra. Leucina é um aminoácido cetogênico, porém sua utilização requer cuidado pois sua capacidade de liberação de insulina poderia atrapalhar a cetose fisiológica do jejum ou mesmo induzida pelo consumo de triglicerídeos de cadeia média (TCM). Harvey C et al (2018) descreve em sua revisão que dosagens de até 9g de leucina induzem a cetose, mesmo reduzindo a proporção gordura para proteína de 4:1 para 2,5:1.

Portanto, conclui-se que a suplementação de leucina tem suas indicações para prevenção do catabolismo muscular, especialmente em situações clínicas descritas no texto, devendo ser bastante valorizada para o público idoso, bem como fazer suplementação associada a TCM (pré-treino) ou glutamina, ou mesmo com Whey Protein visando um ganho extra ao anabolismo e a síntese miofibrilar.

Referências:

http://www.vitaforscience.com.br/single-post/2018/08/22/Suplementacao-de-leucina-eassociacoes
http://viafarmanet.com.br/wp-content/uploads/2015/07/BCAA-Protein.pdf

Anúncios

PROMO – 2 UNIDADES – Bcaa 3900 (100 Tabs) – Vencimento 30/09/2019 – Integral Médica

Os aminoácidos de cadeia ramificada, também conhecidos como BCAA, são fundamentais na composição da estrutura muscular. Uma vez que não são naturalmente sintetizados pelo nosso corpo, eles precisam ser ingeridos através de alimentos ou suplementos.

Bcaa 3900 fornece estes aminoácidos na relação 3: 1: 1 (leucine intake é três vezes mais que isoleucina e valina), 0,07 oz. (1609 mg) de concentração de leucina por dose e adição de vitamina b6, que aumenta a absorção de aminoácidos das células.

DE: R$ 109,80
POR: R$ 89,90

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/2-unidades—bcaa-3900-100-tabs—vencimento-30092019/2447735

Toda linha Amino liquido com desconto

Já conhece os benefícios do Amino Liquid para seus treinos?

Os compostos de aminoácidos líquidos, são uma excelente escolha quando precisamos repor proteínas de uma maneira eficaz e rápida. Por ser apresentada na forma liquida, sua absorção é imediata, o que destina a ter seus efeitos com maior velocidade.

Todos os compostos de aminoácidos líquidos são ricos em colágeno e proteínas isoladas do leite, ingredientes necessários e essenciais para ativar o metabolismo, construir massa muscular e ativar a queima de gordura.
É um completo mix de vitaminas e minerais, que darão suporte na reposição das suas necessidades diárias.

Ver promoções:https://www.nutresul.com.br/produtos/amino-liquido/119

Promoção BCAA Maxtitanium

Cansado de sentir dores indesejadas pós-treino?

Não tenha mais esse problema com o consumo do BCAA!

O BCAA possui 3 aminoácidos que não são produzidos pelo organismo, o que são denominados aminoácidos essenciais, sendo necessários o consumo através dos alimentos ou através de suplementos. Esses compostos são indicados a todos praticantes de atividade física de todas as modalidades e atletas em geral que buscam melhorar sua performance e rendimento físico durante os treinos ou otimizar o ganho e manutenção de massa magra. Seus benefícios estão em prevenir a fadiga e depleção da massa muscular (processo de catabolismo) além de acelerar recuperação pós-treino.

APROVEITE ESSA SUPER PROMOÇÃO DO BCAA MAX TITANIUM

LEVE 1 BCAA 2400 Ultra Intense (100 Caps) – DE: 44,90 POR: 40,41 (10%)

COMPRE AQUI: https://www.nutresul.com.br/produto/bcaa-2400-100-caps/662

LEVE 2 BCAA 2400 Ultra Intense (100 Caps) – DE: 89,80 POR: 71,92 (20%)

COMPRE AQUI: https://www.nutresul.com.br/produto/bcaa-2400-100-caps—2-unidades/2370

LEVE 3 BCAA 2400 Ultra Intense (100 Caps) – DE: 134,7 POR: 94,29 (30%)

COMPR AQUI: https://www.nutresul.com.br/produto/bcaa-2400-100-caps—3-unidades/2371

BCAA amino X em promoção

Que tal você ter esses 3 benefícios abaixo para melhorar sua performance nos treinos?

1-Aumento no ganho de massa muscular;
2-Recuperação muscular mais rápida após o treino;
3-Manutenção da massa muscular em períodos sem treino.

Experimente o BCAA AMINO X da BSN e sinta na pele a melhoria na sua performance.

De: R$ 199,90
Por: R$ 159,90

https://www.nutresul.com.br/produto/amixo-x-364gr/1994

Aminoácidos e seus benefícios

As proteínas são as moléculas orgânicas mais abundantes nas células e correspondem a cerca de 50% ou mais do seu peso seco. Elas são formadas a partir da união de dois ou mais aminoácidos, responsáveis pela construção de músculos, os quais auxiliam na aceleração do seu metabolismo e ajudam você a queimar gordura mais rapidamente.

Entre os aminoácidos, vale a pena destacar a Leucina e glutamina, que são os mais importantes na recuperação muscular, e consequentemente na hipertrofia.

No que se refere à nutrição esportiva, a Leucina é frequentemente utilizada por atletas, que podem promover o anabolismo proteico muscular, atuar em relação à fadiga central, favorecer a secreção de insulina, melhorar a imunocompetência e diminuir o grau de lesão muscular induzido pelo exercício físico.

A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no tecido muscular. Além de atuar como nutriente (energético) para as células imunológicas, apresenta uma importante função anabólica promovendo o crescimento muscular. A glutamina exerce funções muito importantes para o corpo, que são:

-manutenção do sistema imunológico;
-possível reguladora da síntese e da degradação de proteínas;
-controle do volume celular;
-desintoxicação corporal do nitrogênio e da amônia;
-controle entre o catabolismo e anabolismo;
-atua no combate à síndrome do overtraining e beneficia as células intestinais, resultando em melhor digestibilidade e aproveitamento dos aminoácidos.

Gostou?
Você encontra todos esses aminoácidos em nosso site, acesse:

https://www.nutresul.com.br