Coenzima Q10

Já ouviu falar em Coenzima Q10? E CoQ10? Talvez ubiquinona? Não? Então deixa que eu te explico!

A suplementação com este composto de vários nomes vem ganhando cada vez mais adeptos. Principalmente para combater efeitos colaterais do tratamento com estatinas. Mas esta coenzima, quando em níveis adequados, auxilia uma série de processos no organismo e pode também ser recomendada para reforçar o sistema antioxidante e a produção de energia nas mitocôndrias.

Saiba neste texto mais sobre a CoQ10: o que é, como atua no organismo e como pode ser suplementada.

O que é a coenzima Q10

A CoQ10 está presente em praticamente todas as células do organismo. No entanto, por sua participação na produção de ATP (forma de o organismo realizar a produção de energia), ela é mais concentrada em órgãos de grande demanda energética. Entre eles estão o coração, o cérebro, os rins e o fígado.

Também é considerado um potente antioxidante intracelular, protegendo a estrutura das células da destruição da própria parede celular causada pelos radicais livres produzidos diariamente pelo metabolismo energético. Além disso, estimula a biogênese mitocondrial, ou seja, a produção de novas mitocôndrias dentro das células.

Quando a suplementação pode ser recomendada:

> Pessoas que fazem uso de estatinas para combater o colesterol têm uma supressão da síntese de coenzima Q10 no corpo. Diversos estudos indicam uma relação entre a baixa concentração plasmática de coenzima Q10 e a doença arterial coronariana. Além disso, nessas pessoas há risco de prejuízos para o sistema antioxidante e para a produção de energia a nível celular.

> Estudos mostram que, com os radicais livres sob controle e com mais energia nas células, há um aumento nas chances de a mulher gerar óvulos saudáveis, a fertilidade feminina é impulsionada. Verificou-se também que a redução nas concentrações de CoQ10, com o avançar da idade, coincide com um declínio na fertilidade e o aumento de alterações cromossômicas nos embriões.

> Reforçar os sistemas de defesa: Quando em situação de estresse oxidativo, há uma maior demanda pela coenzima, que tem função antioxidante. A CoQ10 também inibe o início e interfere na propagação da oxidação de lipídios e proteínas, uma propriedade não encontrada em outros antioxidantes.

Além disso, a coenzima Q10 reforça a atividade do complexo proteico NF-kB, que está envolvido na resposta celular a estímulos como o estresse, radicais livres, radiação ultravioleta, oxidação de LDL e antígenos virais e bacterianos. O NF-κB também desempenha um papel fundamental na regulação da resposta imunitária à infecção.

A Coenzima Q10 também é recomendada para:

> Acelerar a recuperação de cirurgias: a CoQ10 melhora a resposta ao trauma cirúrgico. Um estudo mostrou que a suplementação de coenzima Q10 pode aumentar significativamente a capacidade antioxidante e reduzir os níveis de marcadores inflamatórios em pacientes que se recuperam de uma cirurgia.

> Melhorar o desempenho esportivo: a coenzima pode aumentar a quantidade de energia disponível para os músculos. Pesquisa mostra que a administração oral de coenzima Q10 é capaz de reduzir a sensação de fadiga e aumentar o desempenho físico durante exercícios.

> Atenuar os sintomas da fibromialgia: estudo mostrou a relação entre suplementação com CoQ10 e redução dos sintomas de fibromialgia como dor, ansiedade e depressão. Também foi registrada uma diminuição em relatos de fadiga crônica e cansaço matinal.

> Controlar insuficiência cardíaca: estudos relatam que os níveis de CoQ10 tendem a diminuir no miocárdio de pacientes com insuficiência cardíaca. Testes de suplementação com CoQ10 relataram melhorias nos parâmetros funcionais do coração em pacientes com esta doença.

Efeito adicional:
Estudos apontam a CoQ10 como um agente terapêutico potente para a enxaqueca, atenuando sua duração e frequência.

Por que tomar a CoQ10?

O nível de CoQ10 no corpo pode sofrer redução por uma série de fatores. Entre eles:

1) Declínio natural pela idade;

2) Situação de estresse oxidativo;

3) Dieta rica em carboidratos simples;

4) Tratamento com estatinas;

5) Prática esportiva intensa.

A suplementação com CoQ10 pode ser recomendada para pessoas que enfrentam estes cenários.

Como tomar a CoQ10

Estudos indicam que a maioria dos efeitos benéficos são obtidos com a ingestão diária de 100mg de CoQ10.

Suplementos de CoQ10 são todos iguais?

Para que a suplementação tenha o máximo efeito, é recomendado que ela apresente uma estrutura idêntica à CoQ10 produzida naturalmente pelo organismo. Com isso, sua absorção é facilitada.

Ela pode ainda receber ingredientes que potencializam seus efeitos. A presença de tocoferóis (vitamina E) e de ômega-3 pode duplicar a biodisponibilidade da Coenzima Q10. Isso porque sua absorção se dá em meio lipofílico, ou seja, rico em gordura.

Referência: https://www.essentialnutrition.com.br/conteudos/coenzima-q10-para-que-serve-e-como-tomar/

Anúncios

Dia internacional da juventude

Isso mesmo, pessoal! No dia da juventude nós queremos parabenizar todos que acima de tudo (inclusive de idade) permanecem jovens com o passar dos anos.

Ser jovem é uma questão de estado de espirito, para manter sua energia sempre reluzente basta seguir algumas dicas listadas abaixo:

Hidrate-se! Tomar pelo menos 2 litros de água é essencial para manter a pele jovem;Exercite-se! Pelo menos 3x por semana, essa dica eu garanto para você que é a verdadeira fonte da juventude;Adquira nossos poli vitamínicos, temos certeza de que vão te ajudar a manter sua disposição ao longo de sua vida!

É isso jovens, não se deixem abater pela rotina! Uma excelente semana de luta para todos nós.

Motivacional da semana

Nada de ficar reclamando dos problemas com a traseira no sofá. Levante, faça seu shake de whey, dá um corridinha até a academia e pegue firme no treino. Disciplina é o segredo. Quando a gente se olha no espelho e gosta do que vê, a vida fica mais fácil ;).