Você sabia?

Em média, uma pessoa que pratica atividades físicas, precisa incluir em sua dieta cerca de 1,5 a 2 vezes o seu peso total em proteínas. Ex.: uma pessoa que pesa 70 Kg precisa consumir 140 gramas de proteína PURA, ou seja, o equivalente a 500 gramas de peito de frango no dia.

Whey com água ou leite?

Qual a melhor forma de extrair o melhor do suplemento?

Uma das grandes dúvidas para quem toma suplementos atualmente é como extrair sempre o melhor que ele pode te oferecer, desta forma, surgem questionamentos como: “qual o melhor tipo de suplemento?”; “Consumo ele antes ou depois do treino?”. E é claro “faço o shake de Whey com água ou leite?” Estas dúvidas são naturais para quem está começando a incluir suplementos em seu cotidiano e hoje vamos focar neste último: faz diferença tomar Whey com água ou com leite? A resposta é sim e abaixo vamos te explicar os motivos.

O que é e como funciona o Whey?

Primeiramente, precisamos entender do que é formado o Whey e como ele funciona em nosso corpo. Ele é uma proteína do leite junto com a caseína, só que enquanto o Whey tem uma rápida absorção pelo corpo, a caseína é caracterizada por um processo mais lento. O Whey contém os 9 aminoácidos essenciais que, pela rápida absorção mencionada acima, são disponibilizados em uma velocidade maior para as fibras musculares, o que é essencial para o processo de regeneração e crescimento das fibras musculares. Além disso possui um baixo teor de lactose, prejudicando muito menos quem tem problemas de intolerância.

Quais são os ganhos tomando com leite?

O leite já era utilizado anteriormente como uma das melhores fontes de proteína para os atletas, pois nem todos os atletas tinham recursos para investir em opções mais caras de suplementação, o que tornava o leite uma opção de melhor custo-benefício. O Whey trouxe uma evolução muito bem-vinda no ramo, pois trazia uma concentração muito maior de proteínas por grama e um baixo teor de gorduras e carboidratos, aliada com uma rápida absorção pelo organismo. Mesmo assim, o leite ainda é uma boa opção para atletas e pode ser um forte aliado na sua nutrição, veja abaixo os maiores benefícios de um shake de Whey com leite:

  • Sabor e cremosidade
  • Mais calorias (230 com leite integral e 180 com leite desnatado), ideal para quem busca crescimento de massa
  • Melhor aproveitamento dos nutrientes, pois a presença da glicose no leite ajuda os aminoácidos a serem absorvidos pelas células
  • Mais proteína no seu Shake, um copo de leite adiciona aproximadamente 8g de proteína, praticamente 30% do teor proteico de um scoop de Whey, aumentando de 23g para 31g de proteínas.
  • Te deixa mais tempo com sensação de saciado devido a gordura, além de que o cálcio ajuda na queima de ácidos graxos, contribuindo assim com a perda de peso.
  • Auxílio contra o catabolismo, pois enquanto o Whey tem absorção rápida, a caseína do leite tem absorção mais lenta, evitando que o corpo fique sem aminoácidos circulando e acabe tendo que recorrer as próprias reservas para suprir essa necessidade.
  • Melhor tomar a noite para evitar que o corpo fique sem nutrientes durante o sono e também no começo do dia, aproveitando o processo mais lento de digestão da caseína para garantir que você tenha aminoácidos disponíveis por um período maior de tempo.

Quais são os ganhos tomando com água?

O corpo de uma pessoa adulta já necessita normalmente de 2 litros de água todos os dias para que ela se mantenha saudável, mas para quem está em processo de treino e suplementação essa quantidade acaba aumentando consideravelmente para 3 ou até 4 litros por dia. Só isso já mostra a importância da água em nosso organismo, mas fazer seu Shake de Whey com água também traz outros benefícios, confira quais são:

  • Absorção mais rápida de nutrientes, enquanto o leite devido a gordura e a caseína atrasam um pouco este processo
  • Bom para quem possui intolerância a lactose, diminuindo muito a possibilidade de ter problemas gastrointestinais.
  • Menos calórico e mais saudável, ideal para quem busca o emagrecimento
  • Melhor tomar no pós-treino para a absorção mais rápida dos nutrientes que seu corpo precisa.

Afinal, existe uma opção melhor que a outra?

A pergunta mais importante que você precisar se fazer na verdade é “qual meu objetivo com essa suplementação? ” Quando tiver esta resposta, ficará muito mais fácil definir qual é a melhor escolha. Caso você esteja em um processo para ganho de massa muscular, onde precisa de mais proteína e carboidratos para acelerar esse desenvolvimento, o leite é melhor. Agora se o essencial é o emagrecimento, evitar as calorias e gorduras ou se você possui intolerância a lactose, a água acaba sendo a melhor opção.

De qualquer forma, a qualidade do Whey é que vai fazer toda a diferença para o seu objetivo final, pois mesmo utilizando água ou leite, se for um suplemento de baixa qualidade, seja para ganhar massa muscular ou para emagrecimento, todo processo será comprometido. Entretanto, em nossa loja temos as melhores marcas e os suplementos Whey mais vendidos, garantindo que você alcance suas metas o mais rápido possível e mantendo seu corpo saudável. Confira no link abaixo nossa seção focada em Whey:

https://www.nutresul.com.br/produtos/proteinas/91

Top 5 wheys mais vendidos

Você sabe quais são as melhores marcas do suplemento Whey? Preparamos um conteúdo de qualidade para você conhecer quais são eles e saber qual o diferencial de cada um. O melhor é que você encontra todos em nossa loja, não perca que essa semana tem promoção também!

1º – 100% Whey Protein Gold Standard (909g): Produto feito com 90% de proteína, tem a maior quantidade de proteína por porção, também é praticamente isento de gordura e lactose

2º – Whey 100% Pure Refil (907g) : Ideal para ganho de massa, possui uma alta quantidade de BCAA que evita o catabolismo (atrofia muscular), um produto de ótimo custo benefício
3º – Best Whey (907g): Possui proteína hidrolisada que proporciona maior pureza e absorção, acelera o metabolismo com 18 sabores disponíveis

4º – Whey Grego (900g): Produzido com a cremosidade, textura e sabores únicos que só o iogurte Grego pode proporcionar, pode ser utilizado como lanche ou ceia

5º – Fórmula Exclusiva Max Titanium: É ótimo na recuperação muscular pós-treino e contém as 3 proteínas do leite: concentrada, hidrolisada e isolada

PROMOÇÃO DA SEMANA – SERÁ VALIDO ATÉ DIA 28/10

Quer crescer economizando? Estamos com uma suuuuper promoção do 100% Whey Muscle! Este whey é ideal para atletas que buscam o aporte completo de proteínas, é um suplemento hiperproteico que possui um excelente perfil de aminoácidos.

E o melhor de tudo: Auxilia na recuperação e ganho de massa muscular, além de evitar o catabolismo e fortalecer o sistema imunológico.

Aproveite SOMENTE ESTA SEMANA a promoção com 3 unidades de 100% Whey Muscle (900g) da Body Action por um valor incrível, não perca:

DE: R$ 151,25

POR: R$ 136,12

https://www.nutresul.com.br/produto/100-whey-muscle-900g—3-unidades/2448246

Dia nacional do idoso

A população geral de idosos aumenta rapidamente em nosso país. Com ela cresce os números e casos de desnutrição. Os índices de morbidades e mortalidades são maiores em idosos desnutridos. Isso ocasiona maiores riscos de infecções, depressão, comprometimento da função respiratória, fraqueza muscular, sarcopenia (perda da massa muscular) e retardo das cicatrizações das feridas ou ulceras por pressão.

Para aumentar a adesão a dietas e a um estado nutricional elevado, separamos alguns suplementos que podem ajudar muito nesta etapa da vida e a evitar os problemas ocorridos da desnutrição.

CONHEÇA 8 SUPLEMENTOS ESSENCIAIS NESTA ETAPA DA VIDA:

Creatina: Necessário para sintetizar e manter os níveis de ATP (forma energética utilizada pelas células musculares) para a realização da contração muscular, além de aumentar os níveis de massa magra.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/creatine-monohidratada-300g/674

Whey Protein: Induzem a uma melhor resposta anabólica em pessoas mais idosas do que as proteínas que são digeridas lentamente (por exemplo, a caseína). Isto implica em uma suplementação eficaz para prevenir ou amenizar a sarcopenia.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/whey-100-pure-refil-907g/1244

Glutamina: Melhora a absorção dos nutrientes ingeridos, fortalece o sistema imunológico, além de estarem ligados a preservação da massa muscular, por ser um aminoácido de grande utilização das células musculares.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/glutamina-science-recovery-300g—vencimento-102021/688

Vitamina D: É um dos nutrientes mais importantes para o idoso, sendo de importante influência na composição óssea e no metabolismo. A vitamina D é essencial para manter a estrutura do esqueleto saudável, melhorar a mineralização dos ossos e a absorção de cálcio.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/vitamina-d-100-tabs—vencimento-31012020/2448470

Zinco: Efeito benéfico do zinco sobre o aumento e a secreção de GH. Além disso, o zinco também pode influenciar a regulação hormonal celular de IGF-1, responsável pelo anabolismo muscular.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/zma-90-caps/1414

ÔMEGA 3 (PUFAS): Considerado gorduras boas para nosso organismo, o Ômega 3 está associado a regulação e redução dos triglicérides e colesterol LDL. Além de potencializar vias anabólicas, diminuindo os efeitos de perda musculares.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/omega-3-60-caps/747

VITAMINA B6: Ajuda a manter a saúde e o equilíbrio interno do organismo. E é muito importante no combate à depressão, já que esta substância trabalha na formação da serotonina, hormônio do bem-estar e do humor.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/vitamina-b6—280mg-60-caps/2186

VITAMINA B12: A deficiência deste nutriente pode prejudicar também o coração, gerando palpitações cardíacas. E também piorar quadros de depressão e ansiedade, visto que ela age diretamente no humor. Para evitar problemas mais graves, esse quadro precisa ser evitado, pois o nutriente é muito importante para a capacidade de concentração e para a memória.

LINK: https://www.nutresul.com.br/produto/vitamina-b12—280mg-60-caps/2189

Whey Protein ou hipercalórico?

Whey Protein ou hipercalórico: descubra qual a melhor opção para você.

Tirar só dos alimentos todas as calorias ou proteínas que seu corpo precisa para crescer não é fácil. Mas aí vem a dúvida: tomar hipercalórico ou whey protein?

Quando o objetivo é a hipertrofia, muita gente fica na dúvida entre dois suplementos importantes: hipercalórico ou whey protein?

Saber qual dos dois deve ser consumido é uma grande dúvida para a maioria das pessoas que quer crescer.

São dois tipos de suplemento que favorecem e potencializam o ganho muscular se utilizados corretamente, mas que atuam de maneiras completamente diferentes.

Quer saber qual dos dois é o ideal para você? Saiba tudo sobre hipercalórico e whey protein e descubra!

As principais vantagens do Whey Protein:

Ele auxiliar as pessoas a estimular melhor os seus músculos durante exercícios de musculação como nenhum outro produto.

Whey é o alimento à base de proteína que o homem pode comprar que mais rápido é absorvido pelo corpo humano.

Uma vez consumido, a proteína do suplemento é quebrada e transformada em aminoácidos rapidamente.

Então, passa a circular dentro do seu sangue.

Em alguns minutos, portanto, o sangue os leva para o tecido muscular, onde os aminoácidos vão potencializar a síntese de proteína.

Dessa forma, esses nutrientes auxiliarão no crescimento da massa muscular e na recuperação do corpo após um treino.

Do que é feito um hipercalórico? Quais os seus benefícios?

Os suplementos hipercalóricos são compostos por proteínas de alto valor biológico, lipídios (como ômega-3 e ômega-6), vitaminas e, em alguns casos, sais minerais.

O componente principal dos hipercalóricos, no entanto, é o carboidrato.

Sejam os simples, os complexos ou ambos, eles sempre estão presentes em grande quantidade.

Entre as suas várias vantagens, podemos destacar:

– Aumento do peso graças ao ganho de gordura e de massa magra;
– Melhoria no balanço energético da dieta;
– Auxílio no ganho e na reconstrução da massa muscular;
– Melhoria no desempenho durante os treinos.

Qual a melhor maneira de tomar hipercalórico?

Normalmente comercializado na forma de pó e consumido junto com água, suco, shakes ou vitaminas de frutas, o suplemento hipercalórico pode ser ingerido antes e depois do treino de musculação.

A recomendação de consumo é de que ele seja consumido com algum alimento que não tenha alto valor nutricional.

Para quem o hipercalórico é indicado?

– Ectomorfos (Biotipo de uma pessoa que apresenta um aspecto magro, com menor quantidades de gorduras corporal).
– Atletas de resistência
– Atletas de atividades muito intensas

Entenda um pouco mais sobre os Hipercalóricos:

Os hipercalóricos são uma boa para quem pratica atividades de longa duração ou que são intensas. Porque desta maneira, além de te ajudar a recuperar as calorias gastas, nesses casos, atua como um potente energizante. Se o seu tipo físico pode ser classificado como ectomorfo (caracterizado pelo baixo peso e por dificuldades de ganhar massa muscular), o hipercalórico também é indicado.

Principalmente, se você é iniciante e está com dificuldade em consumir o que precisa para garantir um aporte calórico positivo (ingestão de calorias maior que o gasto). Ele auxilia também as pessoas com um metabolismo muito rápido e que realizam a queima de calorias com mais intensidade.

Dessa forma, mesmo que o seu corpo “não colabore” com a busca pelos músculos dos sonhos, o suplemento hipercalórico dará o suporte necessário.

Contraindicações e efeitos colaterais dos hipercalóricos:

É sempre importante lembrar que, assim como outros suplementos, o uso dos hipercalóricos deve ser feito apenas após a consulta com um nutricionista.

Ele vai saber indicar qual a quantidade ideal de calorias que o seu corpo precisa de acordo com a sua rotina de treinos.

Como cada fabricante tem uma quantidade própria de calorias e nutrientes, ingerir uma quantidade incorreta irá prejudicar os seus resultados.

Além disso, a grande quantidade de calorias pode levar a um grande aumento de gordura corporal, quando consumo de forma errada.

Com isso, pode levar a outros problemas de saúde.

Além disso, os carboidratos em excesso podem causar o chamado “efeito rebote” e hipoglicemia, que podem causar queda de rendimento durante os treinos, mal-estar e até desmaios.

Portanto, saber como consumir e quais os riscos a serem prevenidos permite que o atleta possa efetuar a sua rotina de treinos sem medo de enfrentar algum problema ou imprevisto.

Afinal, qual é melhor: hipercalórico ou whey protein?

Como mostrado acima, cada suplemento é indicado em determinadas situações ou pessoas – podendo, em alguns casos, serem recomendados juntos.

O hipercalórico é mais indicado nos seguintes casos:

Pessoas com dificuldade em ganhar massa muscular e que precisam de uma maior quantidade de calorias.

Pessoas que treinam duas vezes por dia (ou mais), pois o suplemento contém uma grande quantidade de carboidrato e ajuda na ressíntese de glicogênio.

Pessoas que têm um gasto calórico muito alto por causa da prática de atividades físicas intensas.

Já o Whey Protein:

É mais adequado para auxiliar o atleta a ganhar a sonhada musculatura bem definida, portanto é mais indicado para as seguintes situações:

Manter a massa muscular já conquistada e prevenir a perda de massa muscular

Pessoas que buscam a definição corporal e/ou que estão em uma dieta mais restrita em carboidrato. A pessoa deve levar em consideração o tipo de Whey, no caso.

Para substituir o consumo do hipercalórico quando o peso ideal é atingido.

Para quem quer perder massa gorda, pois favorece o ganho de massa muscular, o que acelera o metabolismo.

Ele também ajuda a aumentar força muscular, melhorar o desempenho físico, recuperação muscular e colabora até para a saúde dos ossos.

Para a maioria dos atletas, hipercalóricos são fundamentais no período de bulking.

Já o whey protein em outros momentos – incluindo o cutting – permitindo bons e rápidos resultados.

Mas mesmo com toda essa informação que demos, a melhor resposta para a pergunta do título será por um nutricionista que avalie suas necessidades físicas específicas.

Conheça já nossa gama de produtos e aproveite todos os descontos que oferecemos à você.

LINK WHEY PROTEIN: https://www.nutresul.com.br/produtos/proteinas/91

LINK HIPERCALÓRICOS: https://www.nutresul.com.br/produtos/hipercalorico-massa/129

Cirurgia Bariátrica: Como e por que suplementar

Atualmente a cirurgia bariátrica é considerada a ferramenta mais eficaz no controle e no tratamento da obesidade severa. Os benefícios da cirurgia incluem resolução ou melhora acentuada de doenças crônicas como hipertensão, diabetes e hiperlipidemia. Entretanto, é preciso salientar que o tratamento cirúrgico da obesidade não se resume ao ato cirúrgico.

A má absorção de nutrientes é umas das explicações para a perda de peso alcançada com o uso de técnicas disabsortivas como a derivação biliopancreática/duodenal), sendo que cerca de 25% de proteína e 72% de gordura deixam de ser absorvidos. Automaticamente, nutrientes que dependem da gordura dietética para serem absorvidos, como as vitaminas lipossolúveis e o zinco, estão mais suscetíveis a uma má absorção nesse tipo de procedimento.

Vitaminas e minerais são fatores e cofatores essenciais em muitos processos biológicos que regulam o peso corporal direta ou indiretamente. Os benefícios metabólicos desses micronutrientes no controle da perda de peso incluem a regulação do apetite, da fome, da absorção de nutrientes, da taxa metabólica, do metabolismo de lipídios e carboidratos, das funções das glândulas tireoide e suprarrenais, do armazenamento de energia, da homeostase da glicose, de atividades neurais, entre outros. Assim, a “adequação” de micronutrientes é importante não só para a manutenção da saúde, mas também para obter o máximo sucesso na manutenção e na perda de peso a longo prazo
As deficiências de micronutrientes são as principais alterações que colocam em risco o sucesso dos procedimentos cirúrgicos. A prevenção das deficiências de vitaminas e minerais exige acompanhamento dos pacientes em longo prazo e o conhecimento das funções desses micronutrientes no corpo humano.

A utilização regular do suplemento nutricional tem sido defendida quando utilizada de forma correta: pelo menos cinco vezes por semana. No entanto, apenas 33% dos pacientes atendem a essa recomendação, e 7,7% deixam de utilizar os polivitamínicos/minerais após dois anos de cirurgia. A reposição e a incorporação de micronutrientes ao corpo a partir da alimentação é a maneira mais adequada de se manter os estoques corporais em níveis desejáveis. No entanto, em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica alguns fatores justificam a suplementação nutricional. Portanto, a utilização de uma dosagem diária adequada de polivitamínico/mineral é uma forma de garantir o aporte nutricional adequado de micronutrientes para o bom funcionamento dos processos que ajudam na regulação de peso corporal. A preocupação com a biodisponibilidade dos micronutrientes influencia na eficácia da suplementação. Nesse sentido, é importante considerar as formas de apresentação das suplementações disponíveis comercialmente.

O início da suplementação do polivitamínico/mineral ou da reposição de ferro de forma isolada têm sido recomendados logo após a alta hospitalar. No entanto, alguns hospitais já disponibilizam tal suplementação após 48 horas de cirurgia. A suplementação isolada de vitaminas e/ou minerais é utilizada no caso de diagnóstico de deficiência nutricional ou quando há a intenção de diminuir a interação.

O uso de polivitamínicos/minerais de forma preventiva deve compor o protocolo de atendimento de todos os pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, principalmente daqueles submetidos às técnicas que envolvem algum grau de disabsorção. O tratamento das deficiências nutricionais desses pacientes deve considerar megadoses de micronutrientes devido à menor biodisponibilidade em decorrência das alterações fisiológicas proporcionadas pelas técnicas cirúrgicas. Mais estudos são necessários para estabelecer a dosagem eficaz no tratamento das deficiências nutricionais após cirurgia bariátrica.

COMPRAR MULTIVITTAMÍNICO:
LINK: https://www.nutresul.com.br/produtos/multivitaminicos-e-polivitaminicos/118

Referência:
http://www.scielo.br/pdf/ramb/v57n1/v57n1a25.pdf